Pactos de Intimidade - cena Confissão [2017]


Videoperformance com colaboração artística de Angélica Carvalho

Caixa de luz e áudio |  75cmx50cm

#1 (1).jpg

A primeira ação do Pactos de Intimidade precisou repousar um pouco para que eu percebesse o que dela reverberava. Tratava-se sim do toque – e por aí começa –, mas tratava mais ainda do som. E essa intenção do íntimo ecoar pela palavra.

 

Um vidro quebrado, água e um corpo que não me abraça, mas está bem junto ao meu. Meu corpo desavisado investe no toque do vidro e da pele. O toque ali parecia falar do instante, do desejo, do impulso. Do agora.

 

Quando me é solicitada a fala, invado-me pele adentro.

 

O íntimo mais uma vez na superfície. Era o meu corpo que determinava cada palavra que tomava forma na minha boca. Junto à fragilidade dos pensamentos recém-formatados, escoava de mim tudo o que minha visão absorvia e o que meu corpo sentia. Exposta.

 

A imagem que acompanha a obra trata também dessa exposição. Mas a embaça. Um espectador de olhos bem abertos pode conseguir identificar uma pele perdida em um reflexo. Mas logo a perde. Nada vê de nítido. Talvez porque a intimidade também trate de incertezas, ou ainda porque as palavras que me escapam flertam com o não-dito. De fato, digo o que não se pode dizer.

 

[Ouvir pode ser tão ou mais potente quanto ver.]

 

O dentro e fora volta em Confissão como para permitir que a intimidade transite sem se demorar em nenhuma esfera. E que esteja ora na pele, ora na fala. Sem saber se foram os sussurros, os segredos, a proximidade de outro corpo ou o autorretrato em um banheiro que invade nosso espaço íntimo.

 

Ao fim da ação, Angélica me pede para deixar tudo ir. As palavras ditas obviamente já não me pertencem, mas ainda assim não me redimem do passado. Não há como deixar ir se somos memórias. Meu íntimo segue padecendo de pretérito. E não há nada de mal nisso.

 

[Negro | Carne | Fogo | Toque | Fôlego | Dormência | Tensão | Estupro | Dor]

 

Confissão é uma obra audiovisual que consiste em uma caixa de luz com uma imagem e o áudio de um dos diálogos surgidos durante a ação Pactos de Intimidade acessível por meio de fones de ouvido.